Escola Municipal José de Alencar

Lygia Bojunga

Lygia Bojunga

Lygia Bojunga é uma escritora brasileira de literatura infanto-juvenil. Foi a primeira autora fora do eixo Estados Unidos – Europa a receber o Prêmio Hans Christian Anderson, o mais importante prêmio literário da literatura infanto-juvenil.
Lygia Bojunga nasceu em Pelotas, Rio Grande do Sul. Com oito anos mudou-se com a família para o Rio de Janeiro. Em 1951 entrou para a Companhia de Teatro Os Artistas Unidos, que se apresentou pelo interior. Nessa época passou a atuar como atriz de rádio e participava de programas de televisão.
Em busca de uma vida integrada à natureza mudou-se para o interior do Estado do Rio de Janeiro. Abandonou os palcos e as outras atividades na televisão. Junto com o marido fundou a “Toca”, uma escola rural para crianças carentes.
Em 1972 publicou seu primeiro livro “Os colegas”, uma fábula que conta a aventura de cinco animais, os cachorros Virinha, Latinha e Flor-de Lis, o coelho Cara de Pau e o urso Voz de Cristal. A obra ganhou vários prêmios nacionais e internacionais.
A produção literária de Lygia Bojunga se caracteriza pela fantasia e pela realidade, onde aborda questões sociais com lirismo e humor. Entre suas publicações destacam-se: “Angélica” (1975), “A Bolsa Amarela” (1976), “A Casa da Madrinha” (1978) e “O Sofá Estampado” (1980).
Em 1982 recebeu o Prêmio Hans Christian Andersen, importante premiação dada à literatura infanto-juvenil.