E. M. José de Alencar

Mademoiselle Cinema

Mademoiselle Cinema



A bordo do Arlanza, Rosalina pela primeira vez deixa o Rio para ir conhecer a Paris das revistas, dos chapéus, dos perfumes - a cidade de todas as mulheres. Em Paris, a melindrosa Rosalina, muito brasileira, muito ingênua em todas as suas perversões, ao tentar imitar a parisiense, acaba fazendo uma caricatura do supérfluo e da ostentação da sociedade carioca do início do século XX. Uma sociedade que, elevada à capital da República, ainda não sabia o que viria a ser.

• Ficção Brasileira
GALERIA:

Veja fotos de Mademoiselle Cinema

Deixe seu comentário

Nome:


Email:


Comentário: